Escreva a sua pesquisa

11 de junho de 2015

Retenção de Liquidos: Saiba o que causa e como deve tratar



O que é a retenção de líquidos?
Trata-se da acumulação de líquido que passa das veias para o exterior (espaço intercelular) e provoca inchaço na zona afetada. 
A retenção de líquidos é um transtorno metabólico que consiste na acumulação de água no organismo, normalmente nas pernas, abdómen ou mãos, provocando inchaço (edema). Esta manifesta-se quando o nível de líquidos ultrapassa os 75%.

É um acúmulo excessivo e anormal de água entre as células do organismo que posteriormente é eliminada pela urina. Com a retenção, uma pessoa pode adquirir aproximadamente 2 kg durante um só dia. Existem casos em que a retenção de líquidos ocorre em períodos nos quais há alterações metabólicas como na menstruação e na gravidez e casos em que ela ocorre por fatores internos que necessitam de auxílio médico, medicação e dieta para que haja a sua eliminação.
A retenção de líquidos pode ser um sintoma de problemas como insuficiência vascular, hipotireoidismo, hipertensão arterial, mau funcionamento dos rins, fígado e coração, processos inflamatórios, deficiência na circulação sanguínea, grande concentração de sódio no organismo e alterações hormonais e emocionais.

Para detetar a retenção de líquidos, basta observar as mãos, os pés, a barriga, as pernas e as proximidades do tornozelo. Se essas regiões persistirem inchadas por muito tempo é necessário procurar ajuda médica, principalmente se tais inchaços ocorrerem fora do período de gravidez e menstruação. Por questões hormonais, a mulher é mais propensa a reter líquidos do que o homem.

Causas
Algumas das causas mais conhecidas sobre a retenção de líquidos incluem problemas de coração e rins. Isto devido à reduzida capacidade do coração e rins fazerem a sua função, e podem causar um edema nas pernas e tornozelos, por isso, a manifestação do inchaço nas pessoas pode ocorrer de diversas formas, sendo no corpo inteiro, ou apenas em algumas partes dele.
Deve-se, também, a um desequilíbrio no sistema hormonal que regula o nível de líquido no corpo. 

Pode ser causado por excesso de sal na alimentação, défice de proteínas (as proteínas fazem com que o fígado produza albumina, uma substância que evita a acumulação de líquidos), ou pela escassez de nutrientes (vitaminas C e B6, magnésio, potássio e ácidos gordos ómega-3 e ómega-6).
Fraca circulação sanguínea nas veias e artérias das pernas é provavelmente a causa mais comum na retenção de líquidos nas pernas e tornozelos, isto ocorre muito frequentemente na gravidez e causa edemas e algumas vezes varizes.
Um bloqueio ou congestionamento do sistema linfático pode causar um tipo de retenção de líquidos conhecido como linfedema, que é muito comum depois de algum tipo de cirurgia. Pessoas que passam muito tempo imóveis, por exemplo doentes acamados, em cadeiras de rodas, pessoas que passam muito tempo no sofá ou até mesmo em voos de longa duração podem desenvolver problemas de retenção de líquidos se não se movimentarem regularmente, isto porque é difícil para o sistema linfática absorver os líquidos quando está imóvel por longos períodos.
Retenção de líquidos na fase pré-menstrual é também bastante comum, e é causada pela mudança hormonal durante o ciclo menstrual.

Existem alguns sintomas que faz com que as pessoas se apercebam do início de uma retenção de líquidos:
  • Inchaço, cãibras, fraqueza, palpitações e mal-estar. 
  • Queda de cabelo, alergias, unhas quebradiças e tónus muscular debilitado.
Tratamento
Aconselha-se uma mudança dos hábitos alimentares, com uma dieta rica em proteínas (aves, peixes e legumes), frutos secos, verduras e frutas.

Para amenizar a retenção de líquidos é necessário praticar exercícios físicos, alimentar-se de alimentos naturais, utilizar pouca quantidade de sal, aumentar a ingestão de líquidos, diminuir a utilização de sapatos altos e apertados e, ainda, se permitido pelo médico, aderir a massagens e drenagem linfática.

Existem algumas dicas úteis:
  • Utilize o gelo - Quando tem os seus tornozelos inchados, utilize o gelo para reduzir o edema. Coloque os cubos de gelo num saco de plástico, envolva com uma toalha e coloque por 8 minutos, retire 2 minutos e volte a colocar por mais 8 minutos, o inchaço irá diminuir.
  • Consuma diuréticos naturais - O repolho é um diurético natural e pode ser adicionado a saladas ou sandes. Sumo de oxicoco é também um diurético natural, beba diretamente da garrafa.
  • Tome vitaminas - Quando se sente como um balão, tente aumentar o consumo das vitaminas A e C, ambas reduzem a fragilidade dos capilares e reduzem a retenção de água.
  • Eleve as pernas - Faça exercício regular, uma caminhada, uma corrida ou andar de bicicleta podem fazer milagres. Se as suas pernas incharem no trabalho, tente elevá-las paralelamente ao chão a cada 5 minutos. Durante o seu intervalo, caminhe pelo gabinete ou suba e desça escadas. Se estiver a ler ou ver televisão, mantenha as pernas elevadas. A gravidade irá ajudá-la a diminuir a retenção de líquidos.
Outras Dicas
  • Beba água. Ao contrário do que seria lógico, beber água ajuda de facto na redução dos líquidos retidos.
  • Esqueça a etiqueta por alguns dias e não cruze as pernas, isso irá fazer com que diminua a circulação sanguínea.
  • Não utilize roupas justas, isso irá fazer com que aumente a pressão intravenosa e piore o edema.
  • Tente cortar no álcool.
  • Não fume.
  • Não vá ao McDonalds ou outro tipo de restaurante de comidas rápidas, estas são ricas em sal e fazem muito mal à sua saúde.
  • Coma 6 refeições pequenas, ao invés de 3 grandes.
Existe, também, alguns tratamentos caseiros para este tipo de inconveniente.
Um ótimo remédio caseiro para acabar com a retenção de líquidos é o chá de erva-doce, pois ela possui substâncias que ajudam a eliminar os líquidos que estão em excesso nas células através da urina.

Ingredientes 
1 colher (de sopa) de erva-doce
1 xícara de água
Modo de preparação
Colocar os ingredientes numa panela e deixar ferver por 5 minutos. Depois destapar, deixar esfriar e coar. Beber o chá 3 vezes por dia, entre as refeições. A mistura pode ser adoçada com 1 colher de mel.

Para aumentar o efeito do remédio caseiro, o indivíduo deve diminuir a ingestão de sal e fazer atividade física regular, como caminhada, por exemplo.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pela sua visita e pelo seu comentário.

Popular

Follow by Email