Escreva a sua pesquisa

18 de maio de 2015

Perigos do uso da pilula concepcional


A pílula anticoncepcional é um remédio à base de hormonas que deve ser tomado diariamente e tem 98% de eficácia contra a gravidez indesejada. Alguns exemplos de pílula anticoncepcional são Diane 35, Yasmin, Cerazete, e Novynette mas o ginecologista e o médico de família é que devem orientar a mulher para que esta saiba a pílula que deve tomar. 

Contudo, o uso correto da pílula tem algumas vantagens como por exemplo, regulação da menstruação, combate da acne, diminuição das cólicas e diminuição do risco de anemia devido a grandes perdas sanguíneas durante a menstruação, porque quem toma a pílula tem um fluxo menstrual menor.

Mas como todas as mulheres sabem, a pílula, apesar de todos os benefícios comprovados, traz também uma série de perigos que explicarei agora.
Assim, a pílula, pode provocar efeitos colaterais, como por exemplo:
  • Dor de cabeça;
  • Enjoos - principalmente nos primeiros meses de uso podendo, mesmo, levar a pessoa a vomitar várias vezes;
  • Aumento da retenção de líquidos;
  • Nódulos no fígado – devido à toma exagerada e seguida da pílula;
  • Alterações de humor;
  • O uso diário deste contraceptivo, durante anos, pode causar AVC’s.
  • Tromboses
  • Menstruação – em dias que não deveria acontecer;
  • Amenorreia – Ausência de menstruação;
  • Ganho de peso – Infelizmente, a pílula dá alguma vontade de comer e por isso, quem não souber controlar, acaba por ganhar uns quilos extra;
  • Redução do desejo sexual – embora os estudos revelem que este sintoma seja raro;
  • Infertilidade – Caso a toma deste contraceptivo seja exagerada e sem paragens;
  • Cancro;

Deixo aqui duas curiosidades sobre o tema em questão:
A pílula polui rios e afeta o meio ambiente 

A pilula não é usada apenas como anticoncecional 



Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pela sua visita e pelo seu comentário.

Popular

Follow by Email